quarta-feira, 30 de junho de 2010

VOLTAMOS






























Depois de quase uma semana, voltamos. Ausentamo-nos para a zona oeste de que gostamos muito, para desanuviar... Tivemos pouca sorte. Esteve quase todo o tempo nublado e com morrinha. Mesmo assim demos alguns passeios e visitamos vários sítios interessantes.

Na manhã do dia 26, de luzes e limpa pára-brisas ligados, fomos até Óbidos. Demos umas voltas, experimentamos a ginja em chávena de chocolate e de repente o sol abriu. Um calor abafado. O grilo metálico começou a ressentir-se. Mesmo assim, subi à torre mais alta da muralha para fazer esta foto para vocês. Já depois encontrei esta flor, cujo nome ignoro, na fachada de uma igreja. Deixo-a para todos. Depois disso tivemos que regressar, antes do projectado, mas para prevenir qualquer ataque daquele grilo.

De resto, apesar do imprevisto do tempo, tudo correu bem. Regressamos ontem, dos 18 graus “morrinhosos” aos 35 do nosso cantinho…

Um GRANDE ABRAÇO PARA TODOS.

O pai Bártolo


































quinta-feira, 24 de junho de 2010

UMA PINTURA DA SUSANA

















Este quadro é mais uma das aventuras da Susana: a pintura. Não terá grande qualidade e para ajudar a foto ficou distorcida. De qualquer forma aqui fica para vós. Também está na praia da claridade. Não sei se tem data e assinatura.
Amanhã vamos arejar...
Um abraço. O pai Bártolo

quarta-feira, 23 de junho de 2010

CATAVENTO Outra vez...

Pois é verdade. Desculpem lá insistir, mas não há mais cataventos. Este está no quintal junto de um Stº António em granito que veio de Cerveira. O catavento foi feito em ferro forjado cá pelo rapaz há já uns anitos. Sim nessa altura eu podia cortar, soldar e tudo o mais. Era um verdadeiro artista e não sabia... Sabem às vezes gastava mais dinheiro a comprar ferramentas para fazer as coisas, mas era eu que as fazia...
Vejam lá se gostam. Estava virado a norte...
Um abraço.
O pai Bártolo

VOU DAR UMA VOLTA

Lá para o final da semana vamos dar uma volta. Como não sei se ainda volto aqui e não me apetece levar o portátil, deixo-vos mais uma foto, mal feita, de um outro barco da minha autoria exclusiva. Foi uma experiência, durante o cursinho de vitral. Isto é outra tecnica. É o que os tecnicos chamam de "fusing". Depois de elaborado o projecto vai ao forno (mufla) onde atinge um elevada emperatura (cerca dos 700 graus). O vidro, especial, é pràticamente fundido.
O resultado foi este. Também está na praia da claridade...
Um abraço. Até um dia destes.
O pai Bártolo

segunda-feira, 21 de junho de 2010

UM POEMA E UM QUADRO COM FLORES



















Como é sabido ando a tentar filtrar e escolher o que tiver interesse dos inúmeros documentos que a Susana deixou. De entre eles encontrei esta "montagem" a que achei piada. Não sei quem é o autor. Espero não estar a cometer alguma ilegalidade.
Se se clicar em cima da imagem vê-se o conteúdo todo.

Deixo-o para vocês, com mais um quadro, este sim da Susana, "amores perfeitos", igualmente feito em ponto cruz e que também está na Praia da Claridade.
Um abraço do pai Bártolo






domingo, 20 de junho de 2010

PRAIA DA CLARIDADE
















Não é para agradecer, mas hoje fomos, de propósito, à "Praia da Claridade" fazer esta foto para vós.
Há muita areia e pouca gente. Está um vento muito forte e frio. Por isso voltamos para casa...




















Este é um quadro feito em ponto cruz pela Susana. Está aqui, na praia. Não sei se já terá sido "postado". Se foi...desulpem. A foto não está famosa, mas para evitar o reflexo tirei-a em "modo de museu". Ficou distorcida.
O artista não sabe tirar fotografias...
Como já referi noutro local, ontem e anteontem à noite fomos "ouver" o José Cid e o Sardé, nos seus concertos, ao Forte de Sta Catarina, na Praia da Claridade. O do "velho" Cid foi muito bom e parece que toda a gente se divertiu. O do "rapazito", como diria o Padre Pedro, serviu, pelo menos, para preparar o sono...
Mas passaram-se duas noites diferentes...
Um abraço
O pai Bártolo

sábado, 19 de junho de 2010

CATAVENTO






Durante a tarefa da lempeza do portátil, que já mexe bem, encontrei esta fotografia de um catavento que fiz em vitral. Aquela foto tinha desaparecido do meu portátil...

Por alturas de Maio foi inaugurado, lá na aldeia, um Centro de Dia e ao lado uma sala para as crianças.

Tudo é da responsabilidade de uma Fundação, de que somos sócios, e cujo presidente é nosso conhecido e amigo...

Quando soube que ía ocorrer a inauguração recorri aos materiais que ainda tinha, e fiz, de raiz o catavento da fotografia, ainda por emoldurar.

Já pronto e com ele debaixo do braço, dirigi-me à dita Fundação na sede do concelho. Pedi para falar com o Sr. Presidente. Passado pouco tempo recebeu-me: "se vem pedir alguma coisa, pode ir já embora". .. NÃO, venho oferecer este quadro para o senhor mandar expor na creche lá da freguesia. Não é para si... "Áh, sente-se, sente-se".

Mudança total. Disse-lhe que fazia coisas daquelas. "Se quiser pode expô-las aqui". Muito obrigado, mas não tenho mais para oferecer...

Somos velhos conhecidos e somos os dois brutos que nem uma porta...

Disseram que o quadro efectivamente foi exposto. Não sei se foi explicado...

É a fotografia dele que vos deixo.

Obrigado por me aturarem, pois eu seu que o blogue não é meu...


Ontem consegui levar a "mae guerreira" a um concerto no Forte de Stª Catarina, na Figueira com José Cid. Hoje é com André Sardé.

Um abraço do pai Bártolo

terça-feira, 15 de junho de 2010

COMPADRES/IRMÃOS
















Pode dizer-se que há amigos, conhecidos e outros...
É verdade, no meio deste turbilhão que desabou em cima de nós, constatei que há muita coisa e gente que vive de aparências e do faz de conta.
Quando realmente se precisa de alguém, os amigos desaparecem: "se precisares de alguma coisa telefona..."
Descobri agora que há realmente AMIGOS mesmo não se conhecendo fisicamente.
Há, contudo, excepções. Sempre o soubemos, mais uma vez isso foi demonstrado: os nossos compadres Olinda e Arlindo, são mais que AMIGOS: são os NOSSOS IRMÃOS, sempre presentes e prontos a ajudar, mesmo que as suas coisas fiquem para traz.
Queremos, por isso, deixar o nosso agradecimento e reconhecimento públicos.
Por isso, Olinda e Arlindo, aqui fica a "alegria do lar" que o ano passado nos deu.
Um grande beijo e abraço, da São e do Bártolo

FLÔR PARA UMA AMIGA

UMA FLOR PARA UMA AMIGA ESPECIAL















Nas minhas viagens pelo ciber-espaço descobri que ainda há AMIGOS, mesmo que se não conheçam fisicamente.
É verdade, descobri que a Sideny é uma GRANDE AMIGA.
Para si, do nosso jardim, uma flôr da planta da cêra, colhida hoje, e de que a Susana gostava muito.
Um GRANDE ABRAÇO nosso
O pai Bártolo

segunda-feira, 14 de junho de 2010

PAIS ORFÃOS - Um Domingo diferente

Ontem, domingo, tentei publicar este texto, mas um problema tecnico que penso já ter resovido, impediu-me de o fazer. Por isso aqui vai hoje:

Tal como em outros Domingos que estamos na aldeia, pelas 11HOO, fomos à missa. Fomos logo surpreendidos, pois era a “Festa do Pai-nosso”. Significa isso que algumas das crianças da catequese, passaram a primeira fase. Receberam um diploma e tudo…
Se conhecessem o Padre Pedro imaginariam o que foi. Com ele é uma animação…
No final da missa, como é normal, depois dos cumprimentos e despedidas iniciamos o regresso a casa. De repente ouvimos alguém chamar por nós… O Sr. Padre Pedro quer falar convosco e pede para esperarem um pouco. Já tínhamos pensado nisso, mas não quisemos atrapalhar.
Lá voltamos. Passado o tempo necessário, lá aparece o Sr. Padre. Cumprimentos do costume e: “está aí um casalito, maneira de falar dele, e vamos todos almoçar”. Está bem, vamos cumprimentar os seus amigos, mas tem que me deixar ir a casa para trazer o meu carro e a carteira. Não vai nada, não precisa do carro nem da carteira.
Apresentado o “casalito” fomos todos almoçar. Não sei quem pagou, mas também não é isso que interessa.
O casal, uns dez anos mais novo que nós, sofreu exactamente o mesmo desgosto. Também perdeu uma filha adulta há pouco tempo.
Comentários para quê. Os sentimentos são exactamente os mesmos... Tanto eles como nós ainda não ultrapassamos a perda… e irá demorar. Mas a conversa, já em nossa casa, ajudou.
Muito obrigado Sr. Padre Pedro, pois tem sido um grande amigo.
Muito obrigado ao Engº Paulo e esposa Dª Graça, pela boa tarde que todos passamos.

Mas não ficou por aqui o nosso domingo. Pelas 18,30 começou um encontro de coros na igreja paroquial da freguesia que, ao que parece, tem muito boa acústica. Participou o Grupo Coral da Freguesia, o Orfeão de Condeixa-a-Nova e um outro da Freguesia da Luz, da Ilha Graciosa, dos Açores.
Ficamos agradavelmente surpreendidos com as actuações. Tenho pena de não ter gravado para vos deixar um excerto, mas não sabia o que era e não fui preparado. Acabou pelas 21H00.
Um domingo diferente…
Já agora e por que hoje é 2ªfeira, dia 14 de Junho, dou-vos conhecimento que levei o meu coraçãozito metálico à oficina (diga-se cardiologia dos HUC). Foi feita a revisão, os acertos normais e está tudo bem. Volto lá, para este efeito, em Janeiro, se entretanto a mula não der outro coice...De permeio e numa consulta de corredor e por que a minha tensão tem andado pelos 60-80, falei com o meu querido médico salvador, Dr. Lourenço, que me deu umas dicas e a quem devo o estar aqui hoje. Foi ele que tomou a iniciativa de fazer o implante do CDI.
Aqui fica o meu sincero reconhimento e agradecimento. Sem ele não estaria aqui, como disse, nem podia ter ajudado a "mãe guerreira" a cuidar da Susana...
Obrigado a todos por me aturarem.
O pai Bártolo

quinta-feira, 10 de junho de 2010

TRÊS MESES


Angelus” de Milet, para vós















Amores-perfeitos, para a Susana

Pois é… e já lá vão três meses.
Por isso, ofereço à Susana os amores-perfeitos do nosso jardim.

Para todos os seguidores, aqui deixo um quadro, em vitral, feito por mim.
É verdade, sou quase um artista...
Depois de aposentado cansei-me de nada fazer. Fiz um curso de vitral numa escolinha de Coimbra. Fiz várias peças que, sendo em vidro, são para mim, difícil de fotografar.
Infelizmente, agora não o posso fazer, pois teria de utilizar uma máquina, que trabalhando ao nível do peito, pode afectar o meu coração de metal (CDI).
O quadro é uma tentativa de reprodução de uma pintura de Dali, que, por si, é também baseada no Angelus, de Milet (parece-me que é assim que se escreve).
Salvador Dali, introduziu nas figuras, duas pessoas a rezar, o que mais gostava: cedros. E simulou uma catedral.
Será assim? Não sei, não sou perito em arte.

Obrigado por me aturarem.
O pai Bártolo

segunda-feira, 7 de junho de 2010

FLORES PARA OS NOSSOS AMIGOS



















Pois hoje não me apetecia escrever... Por isso, aqui ficam flores do nosso quintal para todos os seguidores deste blogue, e especialmente para a Tia Branca, uma flôr branca de magnólia.
Façam de conta que foi a Susana que vo-las ofereceu.
Obrigado. O pai Bártolo



















































































































































quinta-feira, 3 de junho de 2010

MULHERES DE PRETO

- A propósito de uma fotografia publicada pela Susana a 13 de Julho de 2009, devo referir o seguinte:
- Foi tirada quando ela tinha três anos, por altura do seu baptismo. Sim, do seu baptismo. O Pároco era amigo e conhecia a minha mulher desde criança e disse-nos que ainda era cedo para tal. Que a deixássemos decidir a ela. Mas... foi ao três anos. Era uma loirita gorducha...
- Pela mesma altura fomos à minha terra. A minha mãe, toda inchada com a sua neta de Coimbra, perguntou: posso levar a menina para mostrar às minhas amigas? Claro que pode, e lá vai a avó Irene, para o lugar, com a neta. Toda a gente quis ver e beijar a Susana. Esta limpava-se logo... A determida altura: avó vamos embora, elas estão todas de preto...
- Na verdade é ou era uso, lá para aquelas bandas, as mulheres viúvas ou mais velhas andarem de preto. Só que a Susana não gostou...e lá voltou a avó Irene, desolada, para casa.
- É só uma lembrança. Um Abraço
- O pai Bártolo

terça-feira, 1 de junho de 2010

Os meus gansos

video

Segunda-Feira, 1 de Junho de 2010

Estes "foram" os meus gansos, que já lá vão. Só resta um casal. São do tempo em que ainda podiamos vir à aldeia (2008). É para todos os seguidores, especialmente para uma amiga que me ensinou a postar fotografias. Só que a que queria postar está noutro portátil, a banhos na praia. É que ter mais que um e transportar só placa não é para todos...Estou a aprender umas coisas não estou?! Só ainda não consegui fazer download do Microssof Office Word de 2003 que os senhores que reparam(?) o portátil da Susana, madaram à vida... Mas gostam dos gansinhos, coitados, ainda não tinham penas. O zingarelho que faz o barulo de fundo é só para o intervalo das árvores.

Áh, amanhã vou à oficina, acertar os parâmetros do CDI

Um ABRAÇO do pai Bártolo